Buscar
  • Rafael Pestille

8 ESTRATÉGIAS PARA CONSEGUIR CAPITAL DE GIRO



1º ESTRATÉGIA – CLIENTES

Priorize vendas à vista ou vendas no cartão de crédito.


Compreenda seu público para decidir se vai vender à vista ou a prazo.


No caso de vender a prazo usando cartão de crédito e vender usando boletos.


Ao prestar os serviços ou vender os produtos, certifique-se de que eles foram aceitos pelo cliente - nota fiscal, recibos de quitação dos serviços, dentre outros - bata um papo com seu contador sobre o tema.


Utilize-se de mecanismos de comunicação com os seus clientes, lembrando-os das vendas realizadas e das datas de pagamentos - WhatsApp funciona bem.

Mantenha as informações dos seus clientes atualizadas. Para ter um relacionamento comercial e para fins de crédito e cobrança, é necessário manter o cadastro dos seus clientes atualizado (nome, endereço, telefone, email etc).


2º ESTRATÉGIA – ESTOQUE

Faça uma lista ABC com os produtos que possuem mais demanda. Esses são seus produtos de maior giro, o que significa que se transformam mais rápido em dinheiro. Os demais são considerados produtos de menor giro.


Faça promoções sobre os produtos de menor giro. É sobre os produtos com menos demanda que você pode dar desconto, não sobre os que você mais vende.


Não se superes toque. Ter estoques para mais de 30 dias pode ser danoso, dependendo da sua atividade.


Priorize a compra de produtos com maior giro. Maior giro significa maior liquidez: capacidade de tornar o produto em dinheiro. Não compre nada que possa ficar muito tempo no estoque.


3º ESTRATÉGIA – FORNECEDORES

Não deixe os fornecedores na mão! Neste caso, prazos de pagamentos mais longos passam a ser fundamentais em uma estratégia de preservação de caixa. Confira o que fazer: Fornecedores de menor relevância na sua cadeia de vendas devem ter os pedidos diminuídos - lembre-se de que eles são relevantes para alguém.


Fornecedores prioritários: a fim de ter mais prazo e crédito, às vezes a estruturação de uma garantia funciona. Pegue o telefone e ligue. Mensagens por e-mail são frias e não estreitam o relacionamento.

Outra alternativa é pedir prorrogação para aqueles que têm fôlego. Mas, lembre: prazo renegociado passa ser prazo escrito em pedra. Tem que ser cumprido.


4º ESTRATÉGIA – IMPOSTOS

para você conseguir Capital de Giro sem Necessidade de recorrer ao Banco são os Impostos. Sim!!! É isso mesmo.


Impostos foram feitos para serem pagos, mas não necessariamente à vista.

Converse com o seu contador a possibilidade de parcelar impostos. A multa pode parecer cara, mas o prazo do parcelamento e os juros cobrados acabam se diluindo no tempo.




Preserve, sempre, o prazo legal de vencimento das CND's - fundamentais para a continuidade do seu negócio.


5º ESTRATÉGIA – FUNCIONÁRIOS E SALÁRIOS

Siga os passos para não errar na hora de tratar com seus colaboradores:

Passo 1. Jamais deixe de pagar salários. Isso é o começo do fim. Em vez disso, caso realmente esteja precisando reduzir os salários dos seus colaboradores, dê uma olhada nas medidas provisórias implementadas pelo governo para as empresas superarem a crise sem precisarem demitir os funcionários.


Analise profundamente a eficiência da sua empresa. Em momentos de crise, é hora de voltar para dentro e se tornar mais enxuta e eficiente: pense em como automatizar processos e tornar as horas de trabalho mais produtivas.


Utilize o expediente de férias para fechar temporariamente parte do negócio. Se, assim como em muitas empresas, no seu negócio as vendas diminuíram, você pode antecipar as férias. Assim, quando o cenário econômico melhorar, você terá mais pessoal para lidar com a grande demanda.


6º ESTRATÉGIA – INVESTIMENTOS

Não é hora de investir a longo prazo! Todos os investimentos com prazo de retorno esperado acima de 6 meses devem ser suspensos. Invista somente naquilo que trará retorno no curtíssimo prazo.


7º ESTRATÉGIA – VENDAS E OPERAÇÃO

Na operação de vendas, é importante ter criatividade para entender do que o seu cliente precisa e atendê-lo onde ele estiver. Lembre-se de que as vendas precisam sustentar o seu negócio. Para isso, siga o passo a passo:


Feche unidades deficitárias. Você tem uma loja que não está vendendo bem? Pense na possibilidade de fechá-la e apostar somente naquelas que estão te trazendo saldo positivo, ou aposte no online. Postergar o fechamento somente aumenta a sangria do seu caixa.

Parcele o pagamento de eventuais rescisões - trabalhistas e/ou com fornecedores. Parcelamento pode ser uma boa ideia, converse com seu contador para entender os prazos e juros.


Foque nas vendas onde você tem mais força. Como já foi dito sobre estoque, na hora de comprar e vender, priorize os produtos de maior giro. Procure os clientes que sempre compram com você. Ligue para eles, pergunte do que estão precisando, se precisam que você entregue na casa deles.

Tudo o que envolver o isolamento do seu cliente deve ser analisado. Seu cliente está em casa? Saiba como falar com ele e entregar os produtos sem que ele precise se deslocar. Vendas eletrônicas e delivery devem ser analisados.

8º ESTRATÉGIA – CUSTOS E DESPESAS

Corte os custos e despesas ao máximo. Mas siga estes passos para não errar:

Analise seu processos e torne-os mais fluidos e eficientes. É hora de automatizar para reduzir gastos. Aposte em redução de trabalho manual, automatize o que for possível.


Viagens, marketing em produtos que não são carro-chefe, pequenas reformas, tudo isso deve ser revisto. O que não for necessário agora deve ser pausado imediatamente.


Um último conselho, para você não exagerar nos cortes: despesas são iguais a unhas, devem ser sempre cortadas, mas se cortar em excesso, você pode machucar seus dedos.


Por Robson Fabiano

3 visualizações0 comentário